Arquivo da Categoria ‘Dicas Práticas de Mosaico’

Trabalhando com rejuntes.

domingo, 9 de janeiro de 2011
Rejuntar um trabalho é sempre um  ponto nevrálgico para quem está começando.  Ao longo do tempo, recebemos inúmeros emails contendo as mesmas dúvidas com este assunto. Algumas até bem engraçadas: Gesso serve como rejunte?  Ou outra:  Gosto de usar massa corrida, mas  o rejunte fica mofado depois de algum tempo, porque isso ocorre?
Bem… Nem é preciso pensar muito sobre essas questões uma vez que o produto  a ser utilizado é única e exclusivamente ” rejunte flexível”.
O  importante é seguir algumas regras básicas para ter um perfeito acabamento do mosaico. Disponibilizamos abaixo, algumas dicas sobre este assunto.
  • Sempre siga as instruções do fabricante. Certifique-se que o produto esteja dentro do prazo de validade.
  • Ao trabalhar com rejunte,faça-o em local ventilado e ao abrigo do sol.
  • Quando misturar o rejunte,  tenha certeza de misturar completamente a água com  a parte sólida e aguarde pelo menos 10 minutos para que a mistura se estabilize.
  • A maioria dos rejuntes têm uma vida útil limitada a 12 meses após a data de fabricação.  Não use rejunte vencido para não comprometer o resultado final do trabalho.
  • Se as pastilhas forem porosas, passe um a generosa camada de cera em pasta sobre o mosaico, antes de rejuntar.
  • A cura do rejuntamento é um processo químico. Não rejunte na luz solar direta nem use meios artificiais tais como um secador de cabelos para apressar o tempo de secagem.  Agindo desta forma, vai evitar rachaduras das áreas rejuntadas.
  • Evite linhas excepcionalmente largas de rejunte. Se isto for necessário, use um aditivo de latex para aumentar a força da mistura.
  • Não reutilize o rejunte após estar seco. Sempre prepare uma quantidade suficiente  para dar acabamento do mosaico, desprezando as sobras.
  • Não jogue restos de rejunte na pia. Você corre o risco de ter que substituir suas tubulações. Jogue no lixo o rejunte que sobrar e evite dores de cabeça futuras.