Arquivo da Categoria ‘Reciclagem’

Papel Marché

domingo, 9 de janeiro de 2011
Papel machê: palavra originada do francês papier mâché, que significa papel picado, amassado e esmagado.  Com esta massa é possível moldar objetos em diferentes formatos, utilitários ou decorativos.
A arte do papel machê se desenvolveu na China, por volta de dois séculos antes de Cristo, e também em regiões das antigas Pérsia e Índia.

Na Europa, o papel machê foi utilizado para criar objetos decorativos primeiramente na França e depois na Inglaterra. Na Itália, a massa era utilizada na e execução das famosas máscaras do Carnaval de Veneza.  Na Noruega foi construída uma igreja toda feita em papel machê, e que durou 37 anos em ótimas condições, tendo sido demolida posteriormente.

Receita Básica de Papel Machê
  • 1/2 rolo de papel higiêncio
  • Água o quanto baste
  • Farinha de trigo e Gesso em proporções iguais
  • Cola à base de PVA Extra

Pique o papel higiênico em pedaços pequenos e deixe  submerso em água limpa por 12 horas.   Ferva por pelo menos uma hora ou até que o papel se desmanche completamente.

Coe a mistura  com um tecido ou peneira fina.  Forme porções que caibam em suas mãos e esprema a  massa  até retirar o máximo possível de água.   Para cada  porção de massa, acrescente uma colher  de farinha de trigo + gesso e uma colher de cola branca. Misture bem até conseguir uma massa homogênea .  Se  sentir ela esfarelas, acrescente um pouco de cola e água.  Se estiver muito mole dificultando seu trabalho, acrescente a mistura sólida.

A massa de papel Machê deve ser usada no mesmo dia.  Se pretender  fazer trabalhos  mais elaborados e em etapas, como esculturas por exemplo, não utilize o gesso na preparação da massa.